REGIONAL RIO DE JANEIRO

(21) 3284-2000

#VÍDEOS

#CONVÊNIOS

#NEWS & PROMOÇÕES



Cadastre-se! É simples e rápido!






wizard library



  • QUER FAZER INTERCÂMBIO ?

    Veja só o E-BOOK que preparamos para você! Um guia prático para tirar suas dúvidas e auxiliá-lo nas melhores escolhas para esta experiência incrível de conhecer outras culturas, aprender mais sobre idiomas  e viver grandes momentos aí nesse mundão afora!

    Baixe agora gratuitamente!


Categoria: MERCADO DE TRABALHO/

Chegamos ao grande momento: a entrevista em inglês! Agora que você já preparou seu material e seu psicológico, e já deu um tapa na linguagem, como deve ser lá no face to face com o recrutador? Para começar o segredo é: tranquilidade.

               Isso aí, tranquilidade e segurança do seu conhecimento do idioma e da sua profissão. Quanto mais firmeza você tiver, mais conseguirá se expressar e mostrar ao recrutador o seu diferencial. 

 

Mas e se você ainda fica inseguro com o momento, imaginando o que o entrevistador vai perguntar?

 

Carolina Silva (lembra-se dela no post passado?) nos conta um pouco do que é cobrado nas entrevistas: Geralmente pedimos que o candidato fale sobre si mesmo e sobre sua vida profissional. As perguntas devem ser/são sempre relacionadas ao que a vaga exige.”

 

Com isso, fizemos um levantamento das perguntas mais frequentes, para que você já tenha uma ideia de como estruturar seu raciocínio para entrevista.

 

Ps.: Não vamos coloca-las em português aqui, porque aluno da Wizard manja bem do inglês. E se tiver dificuldade, pode contar com o apoio dos teachers!!!

 

Vamos lá:

 

- Tell me about yourself

 

- Why did you leave your last job?

 

- Why do you want to work for this organization?

 

- In your opinion, what are your main differentiators?

 

- What salary are you expecting?

 

- Tell me about the experiencesthat you have in this field

 

Conta aí pra gente, você está mais seguro agora com essas informações? Esperamos ter ajudado você nessa jornada em busca por uma grande oportunidade de trabalho. Conte para nós como foi a sua entrevista.

 

E continue acompanhando nosso blog, que traremos novidades para você. Sempre que precisar, consulte nossa página de cursos: http://www.wizardriodejaneiro.com.br/nossosidiomas

 

Um abraço e até semana que vem!!! 

Categoria: MERCADO DE TRABALHO/

Já conversamos sobre como montar o seu currículo em inglês e também sobre a linguagem usada na escrita e na fala. Então, chegou a hora de se preparar para o grande momento. Claro que pode bater aquele frio na barriga, uma certa insegurança, mas se você fizer tudo direitinho, vai tirar de letra e ainda ter chances bem maiores de conquistar um emprego que você tanto quer.

Para que você fique bem antenado com o que rola nas entrevistas, com o que os recrutadores mais avaliam e valorizam, conversamos com Carolina Silva, analista de RH de uma grande empresa e especialista em Psicologia do Trabalho. Ela nos deu 03 dicas beeem valiosas e vamos compartilhar com vocês agora.

 

Vamos lá:

 

- Clareza e desenvoltura na hora de se expressar: “A regra é a mesma para o português. O idioma deve ser bem falado, caso contrário, ficaria feio para a empresa que aquele profissional representa, correto? Se o inglês é exigência, com certeza aquela empresa mantém relações com pessoas/ instituições de outros países, onde o inglês serve de ponte. Assim, precisa ser bem articulado para minimizarmos as possibilidades de mal entendidos, que no mundo dos negócios custa dinheiro e a imagem daquele profissional no mercado”, afirma Carolina.

- Objetividade, este é o caminho! “Ninguém quer ficar horas ouvindo histórias que não tem relação com a pergunta inicial ou perceber que aquele candidato está "enrolando" para chegar ao ponto. Assim, mesmo que queira demonstrar toda sua habilidade com uma língua estrangeira, tome cuidado para não ser prolixo”.

- Vá para a frente do espelho e treine! Treine em casa, antes da entrevista. Escreva um texto que fale sobre você, sua carreira, objetivos. Pontos mais relevantes de seu desenvolvimento profissional, desafios enfrentados, desenvolvimentos adquiridos. Isto ajudará você a organizar-se mentalmente e sentir-se mais confiante. 

 

E por fim, Carolina ainda deixa mais uma orientação, que é estar ciente do nível de inglês exigido na vaga: “O que vemos acontecer, são pessoas que não dominam o idioma subestimarem esta informação. Inscrevem-se na vaga, são chamadas para entrevista e na hora "H", não conseguem demonstrar conhecimento algum. Isto queima a imagem do profissional”.

É isso aí, pessoal! Atentem para isso e deem o melhor de si. Ah! E não percam nosso último post da série. Traremos para você as perguntas mais frequentes e outras dicas. See you!